No ar

Jardel Martinazzo

Jornal do Meio Dia

12:00 - 12:59 com Jardel Martinazzo

Ouça ao vivo Ouça ao vivo

  • Promoção 2020

MP denuncia servidor do Fórum acusado de desviar R$ 1,3 milhão

MP denuncia servidor do Fórum acusado de desviar R$ 1,3 milhão

O Ministério Público denunciou o escrivão do Fórum de Joaçaba, Pedro Humenhuck Filho, que está sendo acusado de desviar R$ 1,3 milhão de reais através da inserção de dados falsos no sistema do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Pedro, que exercia o cargo de Chefe de Cartório da 1ª Vara Cível, está preso desde o dia 7 de junho, depois que a fraude foi descoberta.

De acordo com o promotor Jorge Eduardo Hoffmann, foram mais de 130 casos em que o servidor inseriu dados falsos no sistema de controle de emissão de pagamentos do Tribunal de Justiça, cujos valores eram depositados em uma conta de uma pessoa de seu relacionamento. Os valores eram posteriormente sacados em caixas eletrônicos.

“Efetuamos a denúncia apontando esses fatos e indicando que a prática se deu através de dois crimes: a inserção de dados falsos no sistema do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, e peculato/furto, com a apropriação desses valores por conta de vários depósitos que estavam vinculados a processos”, informou o promotor.

Além do servidor, a pessoa que entregou a conta, cartão e senha para que ele pudesse fazer a movimentação durante todos esses anos também está sendo denunciada pelo MP. “Ela própria fez movimentação no caixa do banco quando os valores extrapolavam saques eletrônicos”, acrescentou Hoffmann.

Os valores apurados até o momento da denúncia giram em torno de R$ 1,3 milhão de reais, mas a investigação continua. “São duas linhas de investigação. Uma é a investigação criminal, que resultou nesta denúncia e que já está nas mãos do judiciário, e temos a outra que é a investigação civil para fins de responsabilização do servidor por improbidade administrativa, onde vamos pleitear a perda do cargo no procedimento e tentar recuperar valores”, explicou o promotor.

A ação criminal também bloqueou bens do servidor. Conforme levantamento do Tribunal de Justiça, a fraude ocorria desde 2014.

Fonte: Caco da Rosa


Publicado por: Jardel Martinazzo Data: 02/07/2019 07:03

Fotos

4073157675d1b2c79549c78.78972083.jpg

Foto:Jorge Eduardo Hoffmann, promotor de justiça




Principais Notícias

Publicado em 01/12/2020 06:55 por Jardel Martinazzo

Ouro tem 29 casos ativos do novo coronavírus

A Secretaria da Saúde de Ouro relatou que há 529 casos confirmados do novo coronavírus, desses 499 estão [...]

Publicado em 01/12/2020 06:26 por Jardel Martinazzo

Capinzal tem 6 casos ativos para o novo coronavírus

A Secretaria da Saúde de Capinzal divulgou na tarde de segunda-feira (30) boletim atualizado sobre o novo coronavírus [...]

Publicado em 30/11/2020 15:17 por Jardel Martinazzo

Advogado capinzalense atuará em júri popular de homem acusado de feminicídio em Concórdia

O advogado capinzalense, Diógenes Carvalho da Silva, estará atuando nesta quarta-feira, dia 02 de dezembro, no Júri [...]

Outras notícias

Publicado em 30/11/2020 17:09

CASHLESS E O FIM DO DINHEIRO COMO CONHECEMOS

O dinheiro tem uma história dinâmica. O mundo tem reinventado a troca de bens [...]

Publicado em 30/11/2020 17:03

COMO POSSO MUDAR MEU SORRISO - PARTE 2

Na coluna anterior começamos a analisar melhor os procedimentos menos [...]

Publicado em 30/11/2020 16:57

O BRASIL PÓS-ELEIÇÃO!

O processo eleitoral de 2020 ainda não terminou, pois haverá segundo turno em [...]

Publicado em 30/11/2020 16:47

FORTALEÇA AS INSTITUIÇÕES, ENFRAQUEÇA O RACISMO

Zelia Maria BonamigoJornalista e Antropólogazeliabonamigo@uol.com.br Se você [...]

Publicado em 30/11/2020 06:29

Estado confirma 358.997 casos, 324.940 recuperados e 3.721 mortes por Covid-19

O Governo do Estado informa que há 358.997 casos confirmados de Covid-19 em [...]

Publicado em 29/11/2020 17:26

Bombeiros Voluntários de Machadinho (RS) resgatam cachorro que estava preso na tubulação de esgoto

Os Bombeiros Voluntários de Machadinho (RS) realizaram no começo da tarde [...]